o Eu de 10 anos atrás…

olho desenho 2Olá, mundo!

Dentre tantos posts que poderia fazer, resolvi  realizar uma compilação de dicas de sobrevivência que eu daria à Larissa de 10 anos atrás, quando eu tinha 12 anos. Eu sempre fui uma adolescente meio relapsa e não sei se levaria à sério todos esses pontos que vou colocar aqui hoje. Por outro lado, eu também acredito que a maturidade só vem com o tempo, porque precisamos vivenciar bem o momento ou a fase antes de chegar à certas etapas da vida.

A adolescência é um período extremamente complexo pra maioria das pessoas. Pelo menos assim foi pra mim. Foi uma fase recheada de descobertas, hormônios, novas experiências e uma relação muito esquisita com o seu próprio corpo. Tudo tava mudando, eclodindo, tomando dimensões que antes não tinham, e lidar com essa transição foi uma luta que durou mais ou menos 10 anos. Ou melhor dizendo, a adolescência inteira. Portanto, eu espero do fundo do meu coração que esses pontos sejam de grande utilidade pra quem tá passando por isso nesse momento.

1 – Informe-se.

Crie uma curiosidade dentro de você que te leve a descobrir e estudar o que de fato está acontecendo com o seu corpo. Pergunte aos seus pais, ao seu médico (ou médica), e procure informações em livros que apresentem BOAS recomendações. Se você adquirir essa base, pelo menos 30% do seu sofrimento vai ser aliviado.

2 – Leia obras clássicas.

Tá, essa eu sei que é difícil. Eu quase não li na minha adolescência. Mas hoje em dia estou mudando esse patamar, e posso garantir que se tivesse me interessado pela literatura clássica desde cedo, eu teria exemplos fortíssimos de como é importante criar bons valores e levá-los adiante na vida. Também teria grandes exemplos de virtudes corrompidas, e por mais que não pudesse entender completamente a essência de um livro, certamente me lembraria daquilo em algum momento em que me fosse de grande utilidade.

3 – Aprenda a escolher os seus amigos.

Nessa fase é muito fácil a gente cair naquele grupinho de pessoas descoladas na escola pra se sentir aceito num grupo de certa ”autoridade” entre os demais. E a partir daí a coisa só desmorona. Festinha aqui, festinha ali, bebida, drogas… A dica anterior é essencial pra que se possa ter sucesso com as escolhas de suas amizades e com a própria formação do seu caráter e personalidade.

4 – Entenda que sua personalidade vale mais do que pertencer a qualquer grupo.

Aqui, basicamente, temos de aprender a sermos flexíveis e adaptáveis, mas não necessariamente fazer parte de um grupo. Quando digo ”fazer parte de um grupo”, entenda que quero dizer no sentido de que um adolescente geralmente se sente um órgão vital de um corpo, e esse não é o propósito. Faça parte de grupos, mas saiba transitar, fazer novas amizades e manter os seus valores intactos.

5 – Entenda que seus pais não são seus inimigos.

A treta aqui é certa. Você vai querer contestar seus pais. Vai bater o pé, vai chorar, vai brigar. Mas o fato é que seus pais na maioria das vezes estão certos. Se possível, tente estabelecer uma relação tranquila com eles. Converse muito, mostre os seus argumentos e nunca deixe de abrir-se com eles sobre suas vontades, sentimentos, sonhos, etc. É muito importante que tudo fique muito claro com eles, e esse foi um dos pontos dos quais mais me prejudicaram nessa fase.

Essa foi a minha experiência. Espero que possa ajuda-los!

Anúncios

10 comentários em “o Eu de 10 anos atrás…”

  1. É nessa fase que começamos a gostar de coisas que não gostava antes e achar horrível aquilo que, a um ano atrás, era maravilhoso ! descobrimos “turma de amigos” e até achamos que nossos pais não são mais aquela companhia para tudo,com o tempo descobrimos que nossos pais são os nossos melhores conselheiros! Bjs

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s